14 de mar de 2017

Muitas novidades surgindo!


Teremos, ainda essa semana, um pouco da história desses dois escritores maravilhosos. 

     
Carlos Ruiz Záfon          &              Jorge de Lima


Algum de vocês conhece a obra desses escritores? Se vocês não conhecem, vão se encantar, pois eu não os conheço há muito tempo e já sou apaixonada pelas suas obras! O mais curioso de tudo é contar como foi que eu fui descobrir esses dois sem nunca tê-los conhecido antes. Um deles, por causa de minha irmã, e o outro por causa de minha sobrinha (filha dessa minha irmã). 

Espera que eu já explico:

Há pouco mais de dois anos atrás, minha irmã teve a tão sonhada filha, e foi uma gravidez difícil, no sentindo da ansiedade. Ela já era mãe de dois meninos, teve um aborto espontâneo um pouco antes da minha sobrinha nascer e estava com medo de vir mais um menino, já que a intenção era de ter a tão sonhada filha. Acho que toda mulher sonha em ter uma companhia feminina para o resto da vida, não foi diferente com ela. Ainda tinha mais: na família do meu cunhado, até o momento desse nascimento, ele e sua irmã só tinham tido filhos homens, estava todo mundo na torcida por uma "calcinha", já que o mundo familiar se resumia a "cuecas" (rsrsrsrs).
Ela veio, no meio de uma madrugada, 10 de janeiro... até nisso a menina escolheu seu "padrinho escritor". Seu nome: Marina. Como não amar???? E ela, realmente é uma sobrinha muito amada e querida! Chegou para encantar a todos e deixar sua marca no mundo, assim como a Marina do Carlos Ruiz Záfon. Logo que soube do livro, fiquei ansiosa para tê-lo, mas não consegui comprar o livro físico, então, entrei num círculo de leitura do Skoob em que o livro partilhado era o tão sonhado: Marina.


O livro não é muito volumoso, 189 páginas de uma história eletrizante e comovente em todos os aspectos. Eu me rendi ao romance e devorei em poucos dias esse livro, mesmo com pouco tempo disponível. Depois baixei o livro digital e vez por outra me encontro folheando e lembrando de toda a história!


Logo mais eu divido com vocês a biografia do espanhol Záfon e de sua escrita mágica.
 
     Essa é a Marina de Titia Drica

E o que tem a ver o Záfon com o Jorge de Lima? Bom, tem que por causa de uma brincadeira de juventude, esse ano eu resolvi comprar um livro de um autor desconhecido para mim, por causa de um apelido que foi colocado em minha irmã, por ser muito branquinha, como uma boneca, e ser torcedora ferrenha do Corinthias. A gente, eu e meus irmãos, costumávamos chamá-la de Kalunga, ela nem gostava muito do apelido, mas, acabou ficando Kalunga, por causa do patrocinador do time, naquele tempo.

 Pois bem, comprei o Romance Calunga do Jorge de Lima e ontem, sem intenção alguma, comecei a vasculhar a internet para saber um pouco mais quem era esse Jorge de Lima, Príncipe dos Poetas Alagoanos e tão desconhecido para mim... Juro que fiquei envergonhada, até porque, ele é um importante nome do 2º Período do Modernismo no Brasil. A gente vai conhecer um pouco mais sobre ele durante essa semana. Vou partilhar com vocês o que aprendi sobre ele e vocês vão me dizer se ele merece estar tão adormecido pelo Brasil, ofuscado, talvez por muitos bons escritores, mas nenhum deles com tamanha magnitude e espontaneidade. Difícil entender como o país não dá destaque a nomes como o dele.
Essa é minha irmã Calung... eeer... quer dizer: Fabiana... kkkkkk
Meu sobrinho Gabriel e Marina que está ali dentro, ainda!

Encontro combinado? Espero vocês para a gente se deleitar com a obra desses dois grandiosos vultos da Escrita Moderna!

Até logo!

Drica.♥