1 de dez de 2016

Aproveite Dezembro e leia!



Se você gosta de ler, aproveite o mês de Dezembro e dê uma turbinada nas suas leituras.
Não lê muito? Então se inspira nessas dicas e cai literalmente nos livros.
Não esqueça que lendo você acaba conhecendo milhares de mundos e vivenciando muitas vidas na pele dos personagens que vai descobrindo com o folhear das páginas!


A lista deste mês está recheadas de grandes títulos e até títulos desconhecidos, mas que valem a pena conhecer. Não esqueça de deixar sua opinião e até mesmo, novas sugestões para os próximos meses!


1) Até que a vida nos separe - Nahra Mestre

Cinco amigas.
Cinco mulheres .
Cinco destinos que convergem.
Encontros e desencontros em vinte anos de amizade.
Bella é uma prostituta de luxo bem sucedida.
Laura é uma socialite que se casou com um homem rico.
Luana é casada com Cristina e vive um casamento de sonhos.
Ana Maria é solteira, ama crianças e sua vida está dentro de uma escola.
Juliana é a esposa ideal, dona de casa exemplar e mãe de três filhos.
A abertura de um baú, que enterraram há quinze anos, pode mudar seus destinos.


2) Uma canção para a libélula - Juliana Daglio (indicação da Rafaela Perensin)

Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula.
Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro.
Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta.
De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças. (Amei a capa)

3) O viajante imóvel - Júlio Ricardo da Rosa


Apesar deste thriller mesclar romance, aventura, suspense e drama em reviravoltas dignas de uma montanha-russa, seu personagem principal passa boa parte do livro imóvel. Mesmo com dificuldades para se locomover em sua cadeira de rodas, Vítor Assis vive plenamente – senão no cotidiano, ao menos na imaginação. É que Vítor, um escritor e tradutor, incorpora Félix Kölderlin, um viajante famoso por seus relatos dignos de Indiana Jones.
Em meio a essa dupla existência está Marília, ex-mulher com quem o protagonista mantém uma estranha e doentia relação, e Turco, um sujeito que lhe encomenda constantes trabalhos. O passado, na forma da doce Ester e das lembranças dos tempos da universidade, também assombra Vítor. Incapaz de voltar atrás e desfazer alguns de seus passos, o personagem vive perturbado. Seu escape é sua imaginação, projetada na figura de Kölderlin. (Estou lendo)
4) Quando o vento sumiu - Graciela Mayrink


Suzan, Mateus e Renato parecem três jovens como outros quaisquer do Rio de Janeiro. Suzan estuda Turismo. Renato e Mateus, Engenharia Civil. Os três são amigos desde o colégio e, apesar de muito diferentes, são inseparáveis. Mas, entre aulas, festas, momentos em família e idas à praia, cada um deles enfrenta seus problemas. Desde que o pai foi pego dando um golpe, Mateus vive só com a mãe, marcado por esse acontecimento. Renato é um garoto rico que resiste às pressões do pai para surfar menos e se interessar mais pela construtora da família. Suzan é apaixonada por Renato e sofre por ser considerada apenas uma amiga – e pela pressão da mãe para que se envolva com ele. No correr dos dias, a amizade dos três se transforma sutilmente. Suzan deve se declarar ao amigo, ou tentar ser feliz de outro modo? 

Mateus terá realmente só a amizade para lhe oferecer?Renato deve se render à pressão paterna e se aplicar mais aos estudos? E até que ponto a relação dos três suportará o desgaste do tempo? Embora tenham toda a vida pela frente, logo descobrirão uma dura lição: algumas escolhas têm consequências duradouras e alteram o curso de toda uma existência. Muitas coisas saem diferente do desejado. O difícil é prever o resultado de nossas opções e conviver com elas no futuro. E se você pudesse voltar atrás e escolher outro final para a sua história? Que escolha você faria diferente? (Esse livro é o meu livro desejado)

5) O Vilarejo - Raphael Montes


Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.



6) A Última Névoa e A Amortalhada - Maria Luisa Bombal

Romance de estreia, de María Luisa Bombal, A última névoa, lançado em 1935 em Buenos Aires, marca um dos momentos iniciais da escrita feminina contemporânea latino-americana e narra a história de uma mulher aprisionada no casamento com o primo, um fazendeiro viúvo que não esqueceu a primeira mulher. Em A amortalhada, escrito três anos mais tarde, Ana María repassa sua vida e seus amores a partir do leito de morte. Em ambos os casos, a atmosfera onírica e a linguagem poética confundem os limites entre razão e imaginação. (Comprei esse na black friday)




7) Laranja Mecânica - Anthony Burgess


Publicado pela primeira vez em 1962, e imortalizado 9 anos depois pelo filme de Stanley Kubrick, Laranja Mecânica não só está entre os clássicos eternos da ficção como representa um marco na cultura pop do século 20. Meio século depois, a perturbadora história de Alex – membro de uma gangue de adolescentes que é capturado pelo Estado e submetido a uma terapia de condicionamento social – continua fascinando, e desconcertando, leitores mundo afora.
Esta edição especial de 50 anos em capa dura e impressa em duas cores (preto e laranja), inclui:
* Ilustrações exclusivas de Angeli, Dave McKean e Oscar Grillo
* Trechos do livro restaurados pelo editor inglês
* Notas culturais do editor
* Artigos e ensaios escritos pelo autor, inéditos em língua portuguesa
* Uma entrevista inédita com Anthony Burgess
* Reprodução de seis páginas do manuscrito original, com anotações e ilustrações do autor. (Esse aqui também foi uma das aquisições da black friday)

8) A vida do Livreiro A. J. Fikry - Gabrielle Zevin


Uma carta de amor para o mundo dos livros
“Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é
um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que adoramos ler e porque nos apaixonamos. (Na minha lista de próximas leituras)

9) O Encantador de Livros - Lucas de Sousa



Aventure-se na Cidade dos Livros ― um lugar mágico, onde a leitura é mais que uma paixão, os moradores são leitores insaciáveis e as árvores são recheadas de frutos e livros. Conheça o Encantador de Livros, um contador de histórias capaz de fazer os livros voarem, e Benjamim, um menino analfabeto que, juntamente com seus amigos, terá que salvar a cidade de uma terrível ameaça.

Um romance infantojuvenil que desperta a consciência para a importância da leitura e as ações transformadoras que ela pode gerar.

(Que capa linda - dá vontade de entrar pela capa e descobrir essa cidade)

10) Os Pássaros - Frank Baker


Você conhece o filme. É um dos maiores clássicos de Alfred Hitchcock, de 1963. Nos créditos, consta que a história é baseada no conto “Os Pássaros”, de Daphne du Marier, escritora que o mestre do suspense já havia adaptado antes. Quase trinta anos após seu lançamento, o romance de Frank Baker ganharia repercussão quando o autor ameaçou processar Hitchcock e Daphne Du Maurier. Para deixar essa estranha coincidência com ares de plano macabro: Daphne era prima do antigo editor de Frank Baker, o inglês Peter Davies, e chegou a trabalhar com o parente.
Pássaros. Milhares, talvez milhões, sobrevoam Londres, de forma aparentemente inexplicável e sem sentido, onde parecem observar os habitantes da capital, que os consideram divertidos, se tanto um pouco estranhos. Enquanto as pessoas ainda tentavam entender o que faziam ali, eles começam a atacar, ferindo e até mesmo matando com tremenda brutalidade e violência. Seriam eles uma força da natureza ou uma manifestação sobrenatural? Ninguém sabe. A única certeza é que o objetivo dos pássaros é a destruição da humanidade e ninguém tem ideia de como impedi-los...
No ano em que se celebra os 80 anos da primeira edição, a DarkSide® Books orgulhosamente apresenta o livro Os Pássaros para todos os leitores e cinéfilos brasileiros apaixonados por um bom susto, um retrato sombrio e acurado de uma Londres pré-Guerra, como se Baker conseguisse vislumbrar o futuro próximo de terror e feitos inomináveis apresentado pela Segunda Guerra Mundial.

11) Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven


Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
(Minha última aquisição - presente do meu Tatu)