8 de out de 2016

Leitura de Outubro - 06 dicas nacionais





Vamos às sugestões de leitura para o mês de Outubro? Eu achei seis livros interessantes e o melhor de tudo, são nacionais!
Aproveitem!


Sal - Letícia Wierzchowski

Um farol enlouquecido deixa desamparados os homens do mar que circulam em torno da pequena e isolada ilha de La Duiva. Sob sua luz vacilante, a matriarca da família Godoy reconstitui as cicatrizes do passado. Em sua interminável tapeçaria, Cecília entrelaça as sinas de Ivan, seu marido, e de seus filhos ausentes, elegendo uma cor para cada um.
 Com uma linguagem poética, a premiada escritora gaúcha Leticia Wierzchowski, autora de A casa das sete mulheres, dá voz e vida a cada um dos integrantes da família Godoy, criando uma história delicada e surpreendente, enriquecida por múltiplos e divergentes pontos de vista.

O Ladrão de destinos - Nanuka Andrade

No bairro da Liberdade todos conhecem Mayumi como a menina sonâmbula e não se importam em ajudá-la em situações de perigo. O que estas pessoas não sabem, porém, é que a menina tem o espírito livre e todas as vezes em que isso acontece, viaja para um lugar chamado Orla, onde pessoas vivas ou mortas convivem sem a menor cerimônia. Quando terríveis eventos passam a colocar a vida de recém-nascidos em perigo, Mayumi e seus amigos, Flecha e Córmaco, acabam empenhados em descobrir quem está por trás desta trama sinistra. Um sujeito macabro, conhecido apenas como o Ladrão de Destinos. Site: www.seriecamundo.com/ladrao

O Viajante Imóvel - Júlio Ricardo da Rosa

Apesar deste thriller mesclar romance, aventura, suspense e drama em reviravoltas dignas de uma montanha-russa, seu personagem principal passa boa parte do livro imóvel. Mesmo com dificuldades para se locomover em sua cadeira de rodas, Vítor Assis vive plenamente – senão no cotidiano, ao menos na imaginação. É que Vítor, um escritor e tradutor, incorpora Félix Kölderlin, um viajante famoso por seus relatos dignos de Indiana Jones.
Em meio a essa dupla existência está Marília, ex-mulher com quem o protagonista mantém uma estranha e doentia relação, e Turco, um sujeito que lhe encomenda constantes trabalhos. O passado, na forma da doce Ester e das lembranças dos tempos da universidade, também assombra Vítor. Incapaz de voltar atrás e desfazer alguns de seus passos, o personagem vive perturbado. Seu escape é sua imaginação, projetada na figura de Kölderlin.

A menina do quarto escuro - Manoel Fernandes

Nina tem uma infância difícil. Renegada e vendida pelo próprio pai, ela segue em busca de uma sobrevida. A brutalidade personificada no homem ruim destrói o resquício de esperança, mas suscita na pequena vivente o desejo de encontrar a liberdade de diversas maneiras. Em meio aos seus caminhos tortuosos encontra-se com a bondade, e esse desconhecido sentimento mudará sua vida completamente .

 




Territórios Invisíveis - Nikelen Witter   (finalista do Argos 2013)

Nem sempre os acontecimentos extraordinários irão manifestar-se para pessoas especiais. Por vezes, o que alguns chamam de Destino nada mais é do que uma coleção de acasos, selecionados pela sorte. Ou, pela falta dela.

A vida dos gêmeos Ariadne e Hector nada tinha de excepcional. A não ser, talvez, pelo desaparecimento da mãe, a historiadora Marina, há quatro anos. Porém, para quem vive nas grandes cidades (por vezes, até mesmo nas pequenas), este é um pesadelo que se pode encontrar em qualquer jornal. Assim, às vésperas de completarem 13 anos, os dois irmãos dividem seu tempo entre fugir da dor da perda, implicar um com o outro, atormentar o pai e conviver com os três melhores amigos: Neco, Leo e Camila.

Acontecimentos incomuns os rondam, se fazem próximos, embora ainda não perceptíveis. Então, quando o irmão mais novo de Leo é raptado, o extraordinário os arrebata. Os sequestradores do pequeno Mateus exigem a entrega de uma misteriosa caixa de segredos, não maior que um tijolo, entalhada com um sol com raios que vertem lágrimas – um sol que chora. A caixa foi construída de maneira a permanecer inacessível até que as peças que a formam, organizadas em quebra-cabeças, tenham seus segredos desvendados.
O Leitor Fingido - Flávio Carneiro

Flávio Carneiro mostra em O leitor fingido a rica relação entre o leitor, a leitura, o texto e o autor. Relações que surgem nas impressões que o texto provoca no leitor e que o leitor provoca no texto, nos inúmeros detalhes de uma trama policial, na força emocional de um poema ou um romance, na carga histórica e crítica política que está nas entrelinhas do mais simples parágrafo de um conto.