15 de jun de 2018

Leituras de Maio/18

Foi muito bom terminar o mês de maio com 5 livros lidos e três deles, nacionais.
Vamos saber um pouco mais de minhas impressões sobre essas leituras?
1) Jóia Rara - Luis Madureira
O romance tem início com um crime, na casa dos Parker Silva, uma família de empresários do ramo de jóias. A esposa do Sr. Silva, Mônica é encontrada morta, em seu quarto e a culpa recai sobre o marido, pois os dois viviam em eternas discussões à vista de todos. Mas, nenhum crime é tão óbvio assim e essa história pode ter uma reviravolta, depois do casamento de sua filha Sheila, com o misterioso Cido.
Para organizar a festa, Alva, filha de empresário do ramo de construção e que tem uma empresa de eventos. Estabelecida em São Paulo, ela tem que se deslocar para o Rio de Janeiro para organizar uma festa de casamento, mas, não sabe ela em que confusão irá se meter sendo contratada pelos Parker.
Eu passei dias curiosa para saber o que aconteceria na sequência desse romance policial muito fluido, nada muito difícil de imaginar, mas a trama em si, envolve o leitor que é quase impossível largar o livro. O romance tem uns tons picantes com o surgimento de Alva, uma mulher linda e que se veste para provocar os homens, mas mantendo em si uma certa moral e um espírito de justiça e de honestidade que faz com que a gente se apaixone pela personagem.
Gostei muito desse livro e recomendo a quem gosta de um bom romance policial brasileiro.
Eu dei 4 ✫ e gostei bastante da escrita do Luis Madureira.
2) O Corpo Marcado de Giz - Oscar Calixto
O livro conta a história de um jovem médico boêmio, Dr. Gustavo Flávio e de sua rotina de trabalho como cirurgião, além de sua vida de lazer com vários amigos e amigas.
Dr. Gustavo, ou "Gusta", para os íntimos, é quem narra sua própria história e nos faz refletir sobre grandes questões da existência.
No meio da leitura aparece a leitura de outro livro, feita pelo jovem médico, escrito por um amigo que há muito tempo não vê, mas que mexe com a dinâmica do livro principal. Os códigos e enigmas fazem a gente ir descobrindo com o narrador, as pistas deixadas. Isso até certo ponto foi muito bom, mas no decorrer dos outros capítulos ficou um pouco cansativo, mas o livro não perdeu o seu charme e seu objetivo.
O final nos leva a concluir que nem sempre o status sonhado é o que nos dá felicidade, mas o seu desfecho é muito bom e eu deixo para que vocês descubram durante a leitura.
Dei 4 ✫ apenas por causa dos enigmas e códigos do outro livro narrado pelo Dr. Gustavo. Mas, a leitura vale muito a pena e o final é maravilhoso!
3)A Filha do Norte - Luísa Soresini
Fazia muito tempo que eu tinha trocado esse livro no Skoob, gostei da sinopse e queria conhecer mais de perto os livros de fantasia nacionais. Esse foi o meu primeiro e não me arrependi nenhum pouco.
Gostei tanto desse primeiro, que assim que terminei tive que comprar o e-book para ler a sequência da história, não ia aguentar ficar esperando o livro chegar pelos correios, ou poder sair para comprá-lo numa livraria física.
É uma história até um pouco infantil, mas que mantém o leitor concentrado. Acredito que ele tenha sido pensado para o público infanto-juvenil, mas eu acho que pode agradar a todas as idades.
Michelle é a protagonista desse livro, juntamente com oito irmãos que vivem num casarão, aparentemente abandonado. Eu quase roí todas as unhas acompanhando o ritmo e o desenrolar dos relacionamentos que Michelle conquista à medida que vai descobrindo os mistérios desse casarão. É muito fácil gostar da protagonista e de ficar do seu lado, na sua luta para descobrir todos os enigmas que vão surgindo.
Dei 5 ✫ a essa leitura, que foi uma das melhores do mês de maio.
4) Vozes de Tchernóbil - Svetlana Aleksiévitch

"O comportamento do Estado, por outro lado, é de pura vigarice, abandonou essa gente por completo."

E a dureza que encontrei na leitura de Svetlana, não se resume ao sofrimento dos relatos, mas na certeza de que o Estado nunca fica do lado dos mais fracos e que apenas se utiliza deles para chegar aonde eles sonham chegar. A população é apenas um número sem rosto. O Estado que seu apoio e seu sangue, mas está pouco se importando com o seu sofrimento.
Tantos relatos tristes só me fizeram ver como o povo soviético foi forte e sofreu suas dores com dignidade, heroicamente... Talvez, por não ter ideia da monstruosidade que teriam de enfrentar.
Meu profundo respeito por esse povo, o que resultou em 5✫ para essa leitura. 
5) O outro cão que guarda as estrelas - Takashi Murakami
Esse mangá é a continuação de O cão que guarda as estrelas, que vai contar a história de Happy, um outro cãozinho da primeira história.
Nesse segundo mangá, algumas partes do enredo se entrelaçam e as imagens são menos tristes, apesar de toda a carga emocional que ainda carregam em si. É um mangá para pessoas que gostam de animais e entendem a importância deles em suas vidas e de como a amizade desses bichinhos podem transformar nossas vidas, por piores que sejam.
Eu gostei demais e apenas não dei 5✫ porque acho que os diálogos são colocados em balõezinhos muito pequenos, o que dificulta a leitura para muita gente. Mas, ele fica com 4✫ e com gostinho de saudade. História de estrema delicadeza. Recomendo demais!

Essas são as minhas 5 leituras do mês de Maio. E vocês? O que leram? Contem aí...

Grande abraço,
Drica.

8 de jun de 2018

TAG ESTAÇÕES

Olha só que TAG mais curtinha e mais legal de ser respondida!
Confesso que eu não sou muito de responder a TAGs, mas essa daqui me conquistou de cara!
Ela é curtinha é bem interessante.

Primeiro, quero dizer que me inspirei no ig @sobencomenda . Vão lá conhecer as novidades. Tem muita coisa boa: TAGs, sorteios, resenhas...

Vamos lá?







1) Livro Primavera (Leitura Satisfatória)
A Filha do Norte - Volume 1 - Luísa Soresini - me surpreendeu demais. Eu li no formato físico, que eu gosto muito e fiquei tão ansiosa para saber a continuação, que não me contive e comprei logo o e-book para continuar a leitura no Kindle. Pense numa agonia pra saber o que aconteceria depois!!! Rsrsrsrs.

2) Livro Verão (Livro que você gostaria de viver a história)
A Pequena Livraria dos Corações Solitários - Annie Darling - foi um daqueles amorzinhos. A história é bem juvenil e sonhadora, mas com muitos conflitos entre o par romântico, coisa muito legal em qualquer romance que se preze! Eu amei a leitura do início ao fim. Também gostei muito pelo fato da protagonista ser dona de uma livraria, gordinha e cheia de sonhos! Amei.

3) Livro Outono (Livro que tinha tudo para ser bom, mas não gostou do final)
O Sorriso da Hiena - Gustavo Ávila - Esse livro foi perturbador, trata de um serial killer e de várias mortes, envolvendo crianças como expectadoras dos crimes. Muito brutais as cenas relatadas. Tinha tudo para ser um ótimo policial, mas o final me desapontou um bocado, mas acho que ainda assim é uma história super válida! Recomendo a quem gosta de suspense policial.

4) Livro Inverno (Aquele livro que te fez chorar muito, e que mexe com seu coração)
Marina - Calos Ruiz Zafón - Uma leitura que foi inesquecível. Suspense e Romance bem juvenil, de uma delicadeza extrema e que conquistou meu coração, mas que me fez chorar demais! Amei conhecer esse autor através desse livro maravilhoso!

Sintam-se à vontade para responder a essa TAG Literária, lembrando só de colocar os créditos para a página que me inspirou @sobencomenda, combinado?

Grande abraço,

Drica.

17 de mai de 2018

Leituras que furam a fila de outras leituras




É interessante depois de um tempo de leituras continuadas, perceber que aparecem, do nada, leituras que vão furando a fila das leituras já organizadas no mês. Muitas vezes, essas são as melhores e fazem uma diferença tremenda em seu interior, pelo menos, funciona assim para mim. Foi assim com dois livros esse mês: os últimos:

1 - Paris-Rio-Paris (Luciana Hidalgo)




Ainda que esteja bem no início e precise de mais atenção para captar o que a autora deseja, já me fez mergulhar num “sonho acordada”... Imaginar aquela viagem rumo ao deserto, as leituras compartilhadas por Maria e Arthur e toda a atmosfera romântica e, ao mesmo tempo, solitária dos dois, já me prendeu à leitura. O livro é curtinho, logo mais eu finalizo.







2 - A vida é uma tarde de chuva 
(Flávio Henrique Abbud e Flávia Gonçalves)



O outro livro é “A vida é uma tarde de chuva”, uma ficção maravilhosa que eu vi, de forma inusitada, nas atualizações do instagram de uma pessoa que está na minha lista. Eu comprei o e-book pela Amazon porque fiquei tão ansiosa para ler que não teria condições de esperar pelo livro físico… rsrsrsrs.
E é porque eu tenho feito de tudo para não iniciar novas leituras, antes de concluir as que já estão iniciadas, mas fazer o quê? A gente olha um livro e ele te hipnotiza de uma forma que é impossível não ceder…






Enfim, apesar das dificuldades de tempo, a gente sempre dá um jeitinho de incluir outras nas brechas do nosso dia. Se eu pudesse, eu nem dormiria, trocaria por uma sessão de inumeráveis leituras noturnas, mas o corpo deve descansar, até mesmo para estar inteiro quando a história pede um pouco mais de raciocínio!
Afinal, ler é bom demais!

QUOTES

"Contemplam esse pedaço de terra que metaforiza boa parte do silêncio de que o mundo é capaz (...)"  Rio-Paris-Rio

“Pessoas, coisas, lugares… nada sobrevive ao abandono.” 
  A vida é uma tarde de chuva

Grande abraço,
Drica.

11 de mai de 2018

Dia das Mães e Livros


Todos os anos a gente faz memória desta data que é eterna, pois, ainda que o homem busque de todas as formas criar um ser sem o auxílio de uma mãe, o universo inteiro reafirma a importância desse ser quase divino que é capaz de doar-se inteira para presentear o mundo com uma semente de amor.
Já imaginou, passar horas, dias, semanas, meses, gerando uma vida que será independente, mas que fará questão de depender eternamente do seu amor? Pois é, mãe é isso e tem gente que nem se dá conta...
Mas, hoje, quero me dirigir a um tipo de mãe, em particular: A mãe leitora, que apesar de amar com todas as forças a cria de suas entranhas, divide o tempo precioso do seu crescimento com seu amor pelos livros. E é tão feliz nesse projeto que acaba contaminando seus filhos a amarem os livros e produz mais leitores, e gente que se emociona lendo, muitas vezes, gera gente que produz histórias.
A magia dos livros é coisa séria, assim como Mãe é coisa seríssima, forjada nas lutas do dia-a-dia, diante do seu melhor projeto: gerar vida, gerar amor, gerar leitores, gerar desenvolvimento e ciência diretamente daquilo que se lê e que se produz, gerar sensibilidade, gerar arte, gerar tudo o que é bom.
Quando existe o cruzamento da Mãe com o livro certo, o resultado é qualidade de amor, qualidade de vida, qualidade de sociedade, encontro de ideias, organização interna, qualidade emocional.
Ser Mãe e ser Leitora é um desafio de amor aos filhos e aos livros, sem se desviar de nenhum, nem deixar brechas no primeiro amor. Ser plena, inteligente, solidária, amorosa, ser presente neste dia especial para todas as pessoas que dependem do seu carinho e de seu amor!
Felicidade plena a todas as Mamães e todas as Leitoras Mães do mundo!
Com carinho,
Drica.

9 de mai de 2018

Deixa eu te contar uma história, ou várias...

Vou começar contando a história da Coleção da Mônica Jovem.

Senta um pouco e vai contando a quantidade de revistinhas... rsrsrsrs

Essa coleção foi doada com muito amor e carinho para a linda Sophia, minha sobrinha querida e igualmente leitora compulsiva, no alto de seus 8? 9 anos? Enfim, ela ama ler, como sua tia. E eu adoro influenciar pro bem... rsrsrsrs.

Essas revistas pertenciam ao meu filho José, quando ele era menor, agora ele só que saber de Cassandra Claire e seus Instrumentos Mortais, Peça Infernais e Artifícios das Trevas... Credoooo!

Estou só fazendo charme... rsrsrs... Também gosto dessas tranqueiras!

Enfim, voltando à Coleção de revistinhas: Elas estavam abandonadas, empoeiradas e sem destino, coitadas! E, minha cunhada perguntou se eu tinha e podia emprestar? Emprestar??? José nem olhava mais para as coitadinhas, que apesar de empoeiradas estavam conservadas. Então, oficializamos a entrega e fizemos uma criança mais feliz do que ela é!

E vocês? Contem pra mim que tipo de coleção vocês fazem. Não precisa ser só de livros. Vai contando tudo aí pra gente poder trocar umas ideias depois!

Grande abraço a todos!

Ah, já ia esquecendo...
Essa daqui é a Sophia... Agora, mais feliz da vida com tantas coisas novas para ler!

Titia ama!!!

Beijos!